Descubra os aromas e as cores da Ribeira do Porto

Uma coleção com a pronúncia do Norte.

Ribeira do Porto

A nossa inspiração

Agarrámos nas malas, ligámos a ignição das nossas motas e partimos à descoberta do Porto, dos sons, das pessoas, da luz do Douro que corre debaixo das pontes e dos aromas. Parámos na Ribeira do Porto e encontramos a inspiração para esta coleção nas varandas que estendem ao sol as roupas a secar, nos portões que se abrem para vilas e restaurantes debaixo de arcadas, nas cores ocre das fachadas e na arquitetura do ferro que projetam pontes centenárias com o imaginário de Eiffel.

Descubra connosco a nossa viagem.

Sabonete Aromático

O sabonete aromático Ribeira do Porto oferece uma limpeza profunda da pele com um aroma duradouro que o acompanha ao longo do dia. Perfeito para o início de cada dia.

Água de Colónia

Com vaporizador que lhe garante uma aplicação simples e fácil ao longo do seu dia a dia, dando sempre uma nota fresca e amadeirada com o seu aroma inspirado nas velhas artes de trabalho em madeira e nas manhãs e encostas verdes do Douro vinhateiro.

Creme de Barba

Com uma espuma suave, previne a irritação causada pelo barbear. Enriquecida ingredientes naturais como Romã, Aloé Vera, Óleo de Coco ou Lanolina, as suas propriedades antioxidantes e óleos naturais ajudam a manter a elasticidade da pele e a jovialidade.

Pincel de Barbear Artesanal

A caixa em madeira inspirada nas adegas vinhateiras do Douro guarda um pincel de barbear com um cabo artesanal em madeira de faia com lacagem e alto brilho. O pelo é de cerda com banda a imitar o texugo.

After Shave

Uma experiência que vai para além da limpeza após a sua barba. Um cuidado diário que lhe dá mais energia ao longo do dia com uma fragância equilibrada e uma hidratação profunda. Na sua composição conta com ingredientes naturais fundamentais como o Óleo de Jojoba.

Os Aromas
A Descoberta do Porto

Um perfume cítrico amadeirado, fresco como a brisa suave que se sente à beira-rio, enriquecido com a complexidade de fusão de aromas que se misturam com a mesma mestria com que nas caves se envelhece o vinho do Porto.

Bergamota italiana, laranja amarga e petitgrain, com uma nuance de especiarias e notas frutadas e florais onde sobressaem a magnólia e o jasmim. Na base sente-se o musk e a madeira de cedro a lembrar os típicos barcos Rabelos que outrora subiam o rio.

E para fechar percebe-se um toque de “labdanum” – a esteva que cresce selvagem nos socalcos das encostas do Douro Vinhateiro.